Cores Quentes ou Cores Frias na Iluminação?
27jul
0 COM

Temperatura de Cor
A escolha da tonalidade da cor da luz que a lâmpada emite é muito importante para criar o ambiente que você deseja. As opções são lâmpadas que emitem uma luz mais “amarelada” também chamadas de Luz Suave ou Luz “Quente” que tornam os ambientes mais aconchegantes e são indicadas para locais de descanso ou lazer como salas de estar, salas de jantar, salas de TV e quartos.
As lâmpadas que emitem luz mais “azulada” também chamadas de Luz Clara, “Luz Fria” ou “Luz do Dia” tornam os ambientes mais estimulantes e são indicadas para locais de atenção ou trabalho como salas de estudo, cozinhas, áreas de serviço e banheiros.
Apesar das indicações, a escolha de temperatura de cor pode seguir seu gosto, preferência pessoal ou para combinar melhor com sua decoração.
Você encontra nas embalagens das lâmpadas a indicação da “temperatura de cor” que é expressa em graus Kelvin (K) variando de 2700K (luz suave, amarelada, quente) a 6500K (luz clara, azulada, fria).

img_2 img_3

 

 

 

 

 

Reprodução de Cores
Um outro fator importante na escolha da lâmpada é a reprodução de cores que ela proporciona. O Índice de Reprodução de Cores (IRC) que varia de 0 a 100, quantifica a fidelidade com que as cores são reproduzidas sob uma determinada fonte de luz.

 

Fluxo Luminosoimg_5
É a quantidade total de luz emitida pela lâmpada. A unidade de medida do fluxo luminoso é o lúmen (lm).

Escolha as lâmpadas que emitam a quantidade de luz mais adequada ao tamanho do seu ambiente.

 

 

 

 

 

img_10Efeitos de iluminação personalizados e escolha certa das luminárias
O importante para criar um ambiente com a iluminação mais agradável possível e adequada à sua funcionalidade é combinar a iluminação geral e a iluminação dirigida de destaque ou leitura com lâmpadas com a mesma temperatura de cor e com boa reprodução de cores, instaladas em luminárias que combinem com a decoração criando uma harmonia no ambiente.

Ratts Ratis